Equipes disputam com chaves entre grupos e semifinais

Ateltas do Peru e Uruguai na disputa pela posse de bola. Foto Isa Luchtenberg

Nesta quarta-feira, 14, pela manhã, Paraguai e Brasil B iniciaram os jogos do segundo dia de Sul-Americano, obtendo o placar final de 56 a 11, para a Seleção brasileira. Na sequência, o Uruguai venceu o Peru por 68 a 29. O Brasil A enfrentou a Argentina, vencendo por 40 a 22 e, na última chave do período da manhã, a Colômbia conquistou a vitória sobre o Chile com o placar final de 54 a 30.

Com a conclusão das disputas de mesmo Grupo pela manhã, nos quatro jogos a tarde, equipes do Grupo A enfrentam as equipes do Grupo B intercalando suas colocações de acordo com a pontuação até agora alcançada. Liderando estão Brasil A, Colômbia e Argentina, respectivamente, com ambas as equipes brasileiras já classificadas para as semifinais.

De tarde, a Seleção chilena enfrentou o Peru concluindo com 51 a 30 Chile. Logo depois o Uruguai venceu Paraguai por 52 a 31, seguido pela vitória do Brasil por 54 a 26 sobre o Brasil Desenvolvimento. Na última partida, a Colômbia disputou contra a Argentina conseguindo a vitória por 47 a 45. Sediando o Sul-Americano, o Brasil tem a oportunidade de proporcionar maior experiência para seus jogadores, incorporando assim seu total de 24 atletas do projeto nacional da modalidade. O

Sul-Americano proporciona a troca de experiências e o devido aumento da força do rugby para as equipes, possibilitando o benefício como um todo para a modalidade e seu nível competitivo na América do Sul. Como prova disso, a Seleção colombiana optou por trazer para o campeonato seu time em desenvolvimento a fim de adiquirir mais experiência em competições internacionais.

“Para o Paraguai é um enorme orgulho estar aqui em São Paulo, Brasil, competindo com potências sul-americanas. Treinamos muito para estar aqui jogando contra essas potências. O nosso principal objetivo é seguir aperfeiçoando esse esporte em nosso país para que no futuro possamos seguir crescendo.”, explica Manuel Gill Morlis, treinador assistente da Seleção do Paraguai a respeito da importância de participar do Campeonato e o impacto para a modalidade em seu país.

Amanhã, Paraguai e Peru disputarão a 7ª colocação, Uruguai e Chile a 5ª colocação, enquanto Brasil Desenvolvimento enfrenta a Argentina para a conquista do 3º lugar. A final fica por conta das Seleções do Brasil e Colômbia.

A competição ocorre no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro em São Paulo, SP, até amanhã, 15. O evento tem início às 9h e está aberto ao público, tendo também os jogos transmitidos ao vivo pelo nosso canal no YouTube: ABRC Rugby.

O Rugby em Cadeira de Rodas é patrocinado pelas Loterias Caixa

Pular para o conteúdo